Arte contemporânea Surgimento: surgiu como uma forma de libertação dos conceitos tradicionais vigentes,  colocando em xeque os padrões e a própria estética, valorizando a arte por imaginação pois para essa arte não existem limites. Os primeiros nomes que fazem parte dessa grande revolução surgem na Europa pouco antes da primeira guerra mundial.

Diversos artistas surgem com percussores desse novo estilo, quebrando regras e enfrentando a fúria da crítica foram quebrando barreiras e vencendo todos os obstáculos, o CUBISMO surge na França, artista como Picasso, Jean Metzinger,  George Braque e também Juan Gris, ficaram conhecidos por adotarem uma forma de pintura que quebrava com as regras que predominavam até então.

Obra+George Braque

           obra+Jean Metzinger

 

O DADAISMO surge por volta de 1916 como um movimento que rompe com todas as formas culturais do passado, como forma contrária a separação da arte e da vida, dessa forma eleva simples objetos do cotidiano na composição da arte, declarando que a vida é um conjunto de cores , ritmos espirituais e ruídos, incentiva uma relação bem amais primitiva com o meio. Marcel Duchamp é com certeza um dos nomes mais populares desse movimento.

obras+Marcel Duchamp

O SURREALISMO tem inicio por volta de 1924 com André Breton, ele defende em seus escritos  uma arte derivada dos sonhos e das visões alucinadas, como sendo essa a maneira mais próxima de se representar e para existir a realidade. Esse movimento foi profundamente influenciado pela psicanálise de FREUD, e tivemos diversos nomes de destaque como Salvador Dali, Max Ernst e Magrit, nesse movimento o artista procura mostrar seu mundo interior através de uma visão alucinada formada em seus sonhos ou em sua imaginação.

Obra+Magritte

     obra+Salvador Dali

Surgiram posteriormente a Land Art (1967) – Robert Smithson, e a partir da década de 60 surge uma divisão da arte em diferentes meios de expressão dando origem as “Instalações, a Performart e a Arte de Envolvimento e Participação”. Nesse longo percurso evolutivo os artistas não tem deixado de questionar e colocar em xeque os seus próprios conceitos buscando sempre uma reflexão sobre o sentido da arte e do mundo em que vivem.