Scroll Top

ARTES

A Arte Extraída do Olhar do Observador, A Visão Perfeita do Artista

O olhar inexperiente sempre encontra dificuldades para encontrar um belo motivo que possa pintar ou, tirar uma bela foto. Motivos belíssimos não se encontram muito facilmente, paisagens paradisíacas com o clima perfeito para o que queremos, ou seja; o motivo nem sempre esta pronto para nós quando olhamos superficialmente, podemos facilmente desprezar momentos únicos e raros, mas não podem escapar jamais do olhar do artista. Todo o diferencial não esta apenas no tema escolhido para uma foto ou uma pintura, mas sim no olhar do observador, quando este tem a capacidade de captar uma bela imagem em cada observação, captar pequenos detalhes, formas e cores que muitas vezes estão escondidas ao olhar do leigo, mas estes temas vem a se transformar em verdadeiras obras quando são trabalhadas por um artista. Podemos encontrar bons motivos no campo, nas cidades, no deserto, nas ruínas antigas, diante da beleza ou daquilo que parece não ter beleza, o olhar experiente capta um detalhe, algo simples que num olhar displicente não se pode ver, mas está ali bem a vista de todos.

monet-monte-de-feno

Temos alguns exemplos claros, Monet pintou “O monte de feno”, Van Gogh pintou “Noite estrelada” ou “Girassóis”, Rembrandt fazia de sua mesa decorada com frutas um motivo para a maioria de suas pinturas, Goya retratou um fuzilamento de forma magistral, onde faz transparecer todo horror e crueldade num momento que pode não parecer propício para se retratar, mas é esse olhar que, capta em tudo que se vê e em tudo que existe, um motivo que deve ser eternizado, que após retratado vai abrir os olhos àqueles que o verem.

Encontrar portanto, algum tema para sua pintura, fotografia ou qualquer outro tipo de arte, deve ser encarada como uma tarefa simples que não carece de grandes investimentos, pois nossos melhores temas estão ao nosso redor, num pequeno jardim, nas crianças que correm e gritam, nas praças vazias e abandonadas, nos olhares tristes e desolados dos pobres bêbados, enfim; os detalhes belos estão escondidos detrás de um véu finíssimo que ao acostumarmos a ver, nos sentiremos alguém mais sábio. O artista não só enxerga bem mais que a maioria das pessoas, como ainda transfere para sua vida pessoal todo seu potencial e conhecimento, tornando-se um sujeito crítico que busca melhorias e mudanças também na sociedade.

Van Gogh-noite estrelada

 

Aprendendo a observar:

Pare em algum lugar próximo mesmo de sua casa, fique sozinho e comece a olhar a seu redor;

Depois de observar tudo o que esta acostumado a ver, preste atenção naquilo que você não olha e não observa quando passa por esse lugar;

Uma árvore, um canteiro, os tipos de flores que nele há, detalhes de uma casa como: suas janelas, portas e portões, quanto tempo parece ter aquela pintura externa se é que existe pintura, mas nessas paredes velhas quanta nostalgia e quanta história existem;

Observe as crianças brincando ou fazendo algazarras, com o olhar de quem tem a mesma idade delas, não com a rabugentisse e ignorância de quem não gosta da vida;

Enfim, comece a ver para o lado que dantes não olhavas, até que possas formar uma nova visão das coisas ao seu redor, então não será mais o mesmo e aquilo que fizer não será mais comum, mas será único e terá um sentido bem claro para qualquer observador.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à A Arte Extraída do Olhar do Observador, A Visão Perfeita do Artista!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: