A pintora brasileira Djanira da Motta e Silva é uma artista do século XX que nasceu e começou sua carreira artística na mesma época em que estava sendo introduzida a arte moderna no Brasil. Natural do Estado de São Paulo na cidade de Avaré, Djanira nasceu no ano de 1914 e era neta de imigrantes austríacos e indígenas. Além de pintora, desenhista e ilustradora, Djanira também fez trabalhos voltados para a cenografia.

djanira-da-motta-e-silva–pintora-desenhista-e-ilustradora-brasileira

Por volta dos anos 30, Djanira descobre que adquiriu a doença da tuberculose e precisa se submeter a um tratamento no Sanatório Dória que fica localizado na cidade de São José dos Campos, e lá ela descobre o seu talento artístico quando faz a sua primeira obra de arte. Após o termino de seu tratamento a pintora vai para o Rio de Janeiro onde se aprofunda ainda mais no mundo artístico, e por coincidência se hospeda na Pensão Mauá, onde era o ponto de encontro de artistas e intelectuais.

Para se aperfeiçoar ainda mais suas técnicas de arte moderna, Djanira começa a ter aulas com Emeric Marcier e Milton Dacosta, além também de fazer um curso na Escola Liceu de Artes e Ofícios. Sua primeira exposição acontece no ano de 1943, uma apresentação individual de suas obras na Associação Brasileira de Imprensa, e após isso se muda para Nova York para impulsionar ainda mais seu talento.

Veja abaixo alguns dos principais quadros de Djanira da Motta e Silva, dos quais fizeram parte da história da arte moderna no Brasil:

pescadores-djanira-da-motta-e-silva
Pescadores – Djanira da Motta e Silva

 

djanira-da-motta-e-silva1
Djanira da Motta e Silva

 

djanira-da-motta-e-silva
Djanira da Motta e Silva

 

chegada-da-pesca-djanira-da-motta-e-silva
Chegada da Pesca – Djanira da Motta e Silva