ARTES

O que é música? Qual a origem da música? História e Arte




O que é música? Qual a origem da música? Essa é a primeira pergunta que deve ser feita ao iniciante nas aulas de música, existem diversas definições, mas uma é sem dúvida muito adequada: A música é a arte de manifestar os diversos afetos da alma mediante o som. Sim, manifestar, apresentar e expor aquilo que esta sendo executado dentro da mente misturado aos sentimentos que dominam o coração, isso faz com que a arte musical seja uma linguagem universal, compreendida e sentida por qualquer ser que a possa ouvir e sentir.

A sua origem não pode ser definida com precisão, acredita-se que entre os homens primitivos já existiam rituais em que alguns tipos de sons eram reproduzidos, não da forma como conhecemos hoje com tempos espaços e regras definidas, surgiu muito antes da escrita como uma das artes primitivas que evoluíram e chegaram ao nosso tempo de forma evoluída.

historia-musica-arte

Na Grécia antiga foi onde surgiu primeiramente o conceito de música, o nome relaciona-se a “Mousiké”, que esta relacionada à Arte das Musas, na mitologia Grega as musas eram as deusas que dominavam essa arte, tambem a Dança, a poesia e eram responsáveis pelo conhecimento, suas imagens eram veneradas por todos os artistas, filósofos e poetas da época, já o contrário “Amousos” que significa não musical, estava relacionado as pessoas ignorantes e sem cultura, ter o conhecimento nessa arte era então sinônimo de sabedoria.

Em um sentido mais amplo esta associado a “Manthanein” igual a aprender, verbo este que é a origem da palavra “Matemática”. A música tinha uma função importantíssima na sociedade da época e por estar interligada a arte ela refletia diretamente na cultura, sendo utilizada como uma ferramenta de preservação e transmissão do legado cultural.

O pensamento platônico queria que o conhecimento musical fosse utilizado com propósitos educacionais e morais, porém na idade média a igreja já a utilizava com a finalidade de aproximar o homem a Deus, desenvolveram então cursos de canto e uma produção musical que se voltava exclusivamente aos objetivos litúrgicos da igreja, distanciando-a dos propósitos de uso universal e educacional, como forma de inspiração e criatividade cultural, ficando tais conhecimentos restrito aos clérigos e intelectuais da igreja, outras manifestações musicais que não possuíssem fins litúrgicos eram consideradas profanas pela igreja que monopolizava o conhecimento mais erudito.

Cada sociedade possui por herança um patrimônio cultural musical, esse retrata a cultura de gerações passadas carregando imagens e historias que levam as raízes de um povo, portanto através de seus diversos estilos são reflexos das diferenças culturais, políticas e econômicas a qual estamos inseridos.

O estilo musical, portanto não determina a classe social do individuo, pois cada ser é capaz de usá-la  para representar a sua própria realidade criando o seu próprio repertório, representando toda a esfera social a que se esta inserido, é o que percebemos ao ouvir uma canção de um operário, de um homem do campo e de uma elite, suas cantigas demonstram experiências claras do seu cotidiano num contexto próprio, são manifestas através da junção dos mais diferentes ritmos e estilos, formando assim uma maneira diversificada em que as pessoas abordão os mais variados temas.

 

Assuntos do Artigo:
  • fotos de musica
  • imagens sobre música
  • Música
  • música é a arte manifestar os duversos afetos da alma mediante o sim

Comente Via FaceBook

Comentários




Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.