Scroll Top

ARTES

Origami – Arte Milenar de Dobradura Japonesa

Origami Arte Milenar de Dobradura Japonesa surgiu nos lares japoneses como uma brincadeira e se tornou muito popular e uma arte tradicional que era transmitido verbalmente de geração a geração. O origami usa apenas o papel como matéria básica que é dobrado de uma forma combinada que dá forma a diversos desenhos, o papel é quadrado e pode ter cores e diversos tipos de estampas, o papel é apenas dobrado e não se corta nem se usa cola para dar formas aos trabalhos, muito embora o origami tradicional do Japão praticado desde meados de 1600 até 1868 era menos rigoroso e permitia até mesmo o corte dos papeis,, também era permitido o uso de formas que não eram quadradas; tipo circular ou retangular etc.

O origami passou a se tornar mais popular a partir do momento em que os papéis começaram a se tornar mais baratos, devido aos novos métodos de produção os papéis tornaram-se mais comuns entre as pessoas menos abastadas, mesmo assim as pessoas procuravam não desperdiçar os restos de papel e usavam na criação de seus origamis.

A grande alavanca veio com a publicação do primeiro livro que ensinava um conjunto de instruções de origami para se criar um pássaro sagrado da India, em 1845 o livro Kan no Mado foi lançado e continha mais de 150 modelos de origamis, a partir daí o origami veio a ser o que é hoje, uma atividade recreativa em todo lar japonês.

Mas não são apenas os japoneses que usam a dobradura de papel para produzir arte, diversas culturas no mundo conhecem essa arte, os Mouros trouxeram para a Espanha após as invasões árabes, da Espanha veio para a América do Sul com as novas rotas do comércio, depois se espalhou pela Europa e depois nos Estados Unidos. Na Alemanha foi introduzido no currículo das atividades pré-escolares, esse movimento foi chamado de Kindergarten e também foi levado ao Japão, sendo ensinado nas escolas acabaram se unindo ao tradicional origami japonês.

 

Podemos destacar diversos nomes que lançaram livros sobre o assunto:

Akira Yoshizawa é o criador de um repertório mais moderno;

Bruno Ferraz e Carlos Genova são autores que lançaram diversos livros no Brasil;

Issei Yoshino é um autor que deu inicio as criações mais complexas de origamis, como os multimodulares de esqueletos de tiranossauros etc.

Kunihiko Kasahara é especialista em origamis poliédricos e animais;

Jonh Montroll é um grande divulgador da cultura no ocidente e já lançou mais de 15 livros no assunto.

Robert Harbin tornou o origami muito popular na Inglaterra, incluindo até programas de TV onde fazia algumas apresentações para divulgar e popularizar a arte.

Robert Lang é atualmente o nome mais expoente do origami no mundo com muitos livros lançados, tornou-se muito famoso pelos muitos modelos de animais que criou.

Satoshi Kamiya é um mito quando se fala na arte, considerado um gênio criador desenvolveu os modelos super complexos.

Tadashi Mori é criador de origamis e grande divulgador dessa arte, possui inúmeros vídeos onde ensina e apresenta trabalhos de outros criadores, assistir seus vídeos é estar a um passo de se apaixonar pela arte e começar a praticar.

 

Que material preciso para começar a praticar? È muito simples começar e existem infinidades de papéis,  alguns são caros e importados, mas com um bloco de papel para dobraduras origami japonês que pode ser encontrado em qualquer papelaria já é possível começar. Depois basta assistir alguns vídeos no próprio YouTube e se aperfeiçoar no assunto. Também pode-se cortar o próprio papel nas medidas exatas e confeccionar seus modelos com um papel que muitas vezes esta guardado em alguma gaveta de sua casa. Mãos a obra e boas dobraduras.

Assuntos do Artigo:
  • nomes de obras de arte de origami

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Origami – Arte Milenar de Dobradura Japonesa!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: